1000 grau é no plural

Para os desentendidos,  “1000 grau” é mais uma entre tantas gírias paulistanas que aboliu o plural. Não confundir com abolir a pluralidade, algo que azelite paulistana tentam fazer pressionando leis, emendas e remendas como as que proíbem artistas da rua. Mas fora do centro, na rua de verdade (onde tem gente, barulho de gente e cheiro de gente) o esquema ainda é outro e a pluralidade é mais lei que o gatilho. Tem funk, forró, rap, pagode e até música latina — aliás, acho que o apelido de São Paulo neste século deveria ser Paulatina em vez Paulicéia, por uma cidade mais suave e sulamericana.

Enfim: a rua toda estará reunida lá no festival 1000 grau, que rola esse domingo no Itaim Paulista.

Como manda a lei da gíria: que seja o primeiro de muitos festival.

via Farofafá

Facebooktwitterredditpinterestmail
[ssba]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *