Como é o futebol?

Now, as many have said, it’s hard to truly appreciate this stuff if you’ve never played before, but if you haven’t, try this. Imagine you’re running as fast as you can. I mean a full-on panting sprint. Now imagine doing something else with your feet at the same time. Seriously, imagine it. It’s hard to wrap your head around the idea, isn’t it? Now imagine there’s another human trying his best to stop you. Imagine that other human is a brawny Brazilian nicknamed Hulk. When you start to see it that way, you realize that soccer isn’t all about the goals. It’s about all the amazing little things that happen along the way.

Além do excelente exercício de imaginação proposto, o trecho acima convida o leitor a jogar futebol ao menos uma vez na vida. A graça é pensar que essa probabilidade norte-americana praticamente inexiste por aqui. Será que há um filho desse solo de mãe gentil que nunca tenha chutado uma bola de futebol?

O texto completo, um resumido guia do estilo “for dummies”, está aqui. Ele foi escrito por Matthew Diffee, cartunista da New Yorker escalado para escrever sobre a Copa do Mundo. Bem capaz que seja um dos poucos da redação que saiba e goste do riscado.

Nota: aparentemente, este blog volta para mais uma temporada.

Facebooktwitterredditpinterestmail
[ssba]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *