O surf music obscuro do La Femme

Em poucas palavras o La Femme pode ser chamado de uma banda de surf music, mas aí seriam poucas palavras. O grupo francês nada num mar de efeitos, teclados e pads que multiplica suas possibilidades musicais. Assim eles criam composições mais sombrias e menos otimistas que no surf music tradicional. O cartão de visita para isso é a guitarra da canção Sur La Planche. Ela ainda está presente com seus reverbs e echos, mas os solos dão lugar às viagens sintéticas dos vários Korgs da banda.

Os caras (e a garota) se apresentam vestidos todos de branco e com os cabelos loiros. O som deles, por outro lado, é uma oposição direta a claridade do estilo e a outro grupo contemporâneo, os californianos ensolarados do Best Coast. Embora ambos tenham revisitado recentemente bandas como Dick Dale and The Del-tones e Man or Astro-man, o La Femme prefere outras sonoridades surfistas e oitentistas.

Para você que gosta de: Dick Dale, The Ghastly Ones, The Drums

Onde você poderia ouvir: num remake de algum filme de ficção científica lado-B.

Para quem acha que: já bastava a quantidade de paródias do quadro “A Origem do Mundo”.

A música: Paris 2012, cujo clipe mostra a banda como cavaleiros de um apocalipse bizarro.

Facebooktwitterredditpinterestmail
[ssba]

One thought on “O surf music obscuro do La Femme”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *