Reader’s Digest, o primeiro agregador

A célebre revista Reader’s Digest acabou em 2010 e o NY Times contou alguns fatos acerca da publicação.

Além do alcance global que tinha e do curioso familiar regime de trabalho mantido pelo seu fundador (quadros de pintores famosos ornavam a redação), é curioso observar a intenção de William DeWitt Wallace na revista: reunir em um único veículo as histórias mais interessantes que saíam em outras publicações no incício do século XX. Ele acreditava que as pessoas eram, à época, engolfadas pela quantidade de informação.

Fosse hoje, seu Wallace poderia estar por trás do Google ou de alguma startup de busca e agregação na internet — provavelmente um dos algozes da revista.

Facebooktwitterredditpinterestmail
[ssba]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *