Tag Archives: USP

Ciência, Jornalismo

O Relógio Atômico Brasileiro e Uma Outra Breve História do Tempo

Um avião aterrissa em Guarulhos. Nele, um homem carrega um item sem par na mala. Foram quase doze horas de voo e três meses de trabalho árduo. Paris é mais que um oceano distante. Sabe lá quais solavancos a carga teve de aguentar entre bagagens de turistas e empurra-empurra dos aeroportos. O esforço na construção do dispositivo teria ido pelos ares? Só o tempo dirá — o tempo que o próprio aparelho dirá. Mal dá pra notar, mas o tipo de estatura média, calvície pronunciada, bochechas coradas e ar boa praça leva consigo um artefato fundamental para fins militares, científicos e políticos. A peça que falta para a construção do relógio atômico brasileiro.

Daniel Magalhães, doutor em Física, é um dos principais responsáveis pela criação da versão nacional do relógio-atômico que, de tão preciso, suplantou a milenar rotação da Terra como medição do tempo. Há menos tempo que isso, em 2006, Daniel terminou seu pós-doutorado no Observatório de Paris e voltou ao Brasil trazendo um gerador de microondas. O aparelho finalizou a estrutura básica do projeto que tinha começado em 2001 sob a orientação do professor Vanderlei Bagno no Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof) do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos.

Que horas são, Daniel? Crédito: Felipe Larozza/VICE

“A gente acomodou as coisas aqui do jeito que achou melhor. Carreguei os sacos de areia do piso aqui embaixo”, me disse o Daniel enquanto mostrava com orgulho a sala de pouco mais oito metros quadrados nos subterrâneos da universidade. Embora o Brasil não faça parte, há uma rede espalhada pelo mundo conectando relógios desse tipo. Ela marca a hora exata em que um email foi enviado, permite que o GPS exiba a localização correta, baliza o voo de drones e mísseis teleguiados e atesta a segurança de plataformas online. A importância dos relógios-atômicos vem antes mesmo do visor de horário — o relógio construído por Daniel e sua equipe sequer tem um desses. Ele existe por outros motivos.

Continue reading

Facebooktwitterredditpinterestmail
Festivais, Música

Hoje: Festival do Cão

Começa hoje e vai até sábado a cachorrada em forma de manifestações artísticas várias e resistência múltipla, o “Festival do Cão”. A programação tem bandas, DJs, VJs, coletivos, grupos de teatro e dança, artistas de quaisquer palcos e tudo o mais o que fizer barulho. No mais, é só chegar pra saber como será.

Tudo acontece na Prainha, a praça da Escola de Comunicações e Artes da USP. Como deve ser, é tudo de graça, na faixa, de portas abertas. E lá pelas 22h eu boto uma fritação sônica no rolê.

Entre as bandas, olho aberto pra Tatá Aeroplano, Meno Del Picchia e os camaradas da Guido.

Vai que é bom. E não se acanhe com a chuva. Cachorro molhado fede, mas ainda assim ladra e morde.

Programação

QUINTA-FEIRA (08_11_012) – O CÃO CONTRA A REPRESSÃO
PROGRAMAÇÃO*: Zé Pi + Tatá Aeroplano + Meno Del Picchia + Juliano Gauche + Peri Pane + Gustavo Galo – SaunoFlex – BANDA DO CANiL_ – FAÍSCA – TRIO CAMPEIRO – FILARMÔNICA DE PASÁRGADA – QUINTETO MARCENARIA – PIZZA PUNK – GUIDO – O MAQUINISTA – QUASE CARNÍVOROS – SERAPICOS – MARACATU CORO DE CARCARÁS – BANDO_ apresenta “As Incríveis Aventuras de Jonny Sofucker” – Projeções – DJs – intervenções pela praça

SEXTA-FEIRA (09_11_012) – #ExisteCÃOemSP!
PROGRAMAÇÃO*: PATIFE BAND – TRUPE CHÁ DE BOLDO – RAFAEL CASTRO E OS MONUMENTAIS – TIGRE DENTE DE SABRE – DU BRONKS – GENTE QUE TRANSA – BAILE PARANGOLÉ – CHIMPANZÉ CLUBE TRIO – TRÊS CRUZEIROS – BUBALINA – ÂNGELA CARNE E OSSO & OS BACANAIS – CABARÉ TRÊS VINTÉNS – BANDA DO CANiL_ – Peça “COPO DE CÓLERA” – Cinema – DJs – Explosões ROSA CHOQ_

SÁBADO (10_11_012) – ANIVERSARIO DO CANiL_ 666 – VIVA O CÃO!!
PROGRAMAÇÃO: MALACABEZA SKA – PATA DE ONÇA – RODA DE CHORO DA ECA – GRUPO CACOFONIA – MORIA DUO – OS INVALVULÁVEIS -TREM DAS CORES – e mais

Pra saber mais a respeito, olha no Facebook ou no Tumblr.

Facebooktwitterredditpinterestmail