Visionários

Série de três entrevistas, até agora, com pessoas que, de certa maneira, estiveram ou foram a frente de seu tempo.

Destaco o vídeo com a dona de galerias de arte Magda Danysz, uma das primeiras a abrir um espaço desse tipo para a arte de rua — não arrisco dizer que ela foi a primeira porque, enfim, o mundo é tão grande.

Os outros vídeos contam a história dos criadores das marcas Staple Design e Mismo, ambas bem sucedidas e originais em seus nichos. São entrevistas bacanas, mas um tanto maçantes porque ficam num mesmo plano e situação durante um bom tempo.

As três ideias são originais para a época que surgiram, mas, como o mundo é tão grande, porque será que só esses três — e mais alguns — são visionários?

Hoje em dia chovem cases de sucesso com ideias inovadoras. O que não falta também são pessoas dizendo que precisamos de ideias originais. Mas, quantas estão dispostas a tirá-las do papel?

Ideias, ideias, ideias. Indiscutivelmente os visionários do nosso tempo são inovadores e originais. A diferença é que eles construiram suas ideias antes mesmo de se apoiar sobre elas para ver além de seu tempo.

Facebooktwitterredditpinterestmail
[ssba]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *